Série de pôsteres mostra como os super-heróis fazem para tirar uma graninha extra

Salvar o mundo é, com certeza, um excelente título para se acrescentar no currículo. Afinal, quem não gostaria de ser adorado por todos, aparecer em matérias de jornais e revistas e estrelar livros e filmes sensacionais? Mas a verdade nua e crua é que combater os vilões do espaço sideral não paga as contas de ninguém. Por isso, fica a pergunta: como os super-heróis tiram aquela graninha extra no final do mês?

O artista Flying Mouse 365 respondeu a essa pergunta apresentando o lado nada glamuroso da vida dos super-heróis em uma série de ilustrações divertidíssimas. Os pôsteres se propõem a imaginar como os icônicos personagens ganham a vida fora da fantasia. Confiram:

Darth Vader, também preciso de uma mão com o jardim aqui de casa!

graninha-extra-super-herois

Iron Man na concorrência da Lav&Lev.

graninha-extra-super-herois-canhotices1

Spider pronto para o match-point.

graninha-extra-super-herois-canhotices2

Um novo significado para a expressão “televisão de cachorro”.

graninha-extra-super-herois-canhotices5

Homem Elástico versão Terra Nostra.

graninha-extra-super-herois-canhotices3

Wolverine mitando como funcionário do mês no Outback.

graninha-extra-super-herois-canhotices6

Beijinho no ombro dos motoboys.

graninha-extra-super-herois-canhotices7

 E o melhor fica para o final, com o Batman sambando na cara da sociedade!

graninha-extra-super-herois-canhotices4

Via Designer-Daily

Continue Reading

A ilustradora MJ da Luz desenha meninas usando vestidos de aquarela

A designer e ilustradora Maria Jose da Luz, ou simplesmente MJ da Luz, é especialista em desenhos infantis (gente, como eu amo isso!). A artista é da Costa Rica, e trabalha principalmente com desenvolvimento de personagens. Tenho uma paixão especial por ilustrações delicadas e traços fofinhos, então podem imaginar como fiquei babando ao conhecer o trabalho dela.

Em especial, separei para compartilhar aqui uma série de ilustrações em aquarela que foram criadas a partir de um erro – um borrão de tinta no papel que se transformou em um vestido. E, por fim, deu início a um dos projetos favoritos da costa-riquenha, no qual ela desenha menininhas e as veste apenas com manchas aquareladas. Confiram:


aquarela-canhotices2  aquarela-canhotices3  aquarela-canhotices4  aquarela-canhotices5  aquarela-mj-da-luz-canhotices6

Salvei nas minhas referências! Aliás, quem quiser acompanhar as minhas imagens favoritas em ilustração, design e arquitetura pode me seguir no Pinterest. Espero vocês por lá!

Para saber mais sobre os projetos da MJ da Luz, confiram as páginas dela no Facebook e no Behance.

Via Bored Panda

Continue Reading

10 palavras de outras culturas que não possuem tradução

Palavras são a matéria prima do pensamento, segundo o Tiago Yonamine, autor de um dos projetos mais legais da internet: o Glossário. Ali, ele compartilha uma coleção de palavras pouco conhecidas, visualmente ilustradas e com explicações em detalhe. As minhas favoritas são sempre as de outras línguas, sem tradução para o português. Elas definem sentimentos, ações e qualidades com as quais muitas vezes nos identificamos apenas emocionalmente. Funciona como saudade – a expressão viva de um sentimento que só existe em português.

Foi por isso que fiquei encantada ao encontrar o projeto da ilustradora Ella Frances Sanders, autora do livro Lost in Translation. Basicamente, é uma coleção de verbetes que não possuem tradução na língua inglesa + ilustrações brilhantes e extremamente delicadas. Inicialmente eu pensei em traduzir na própria imagem, mas não fazia sentido meter a mão no trabalho tão lindo da artista. Então fiquem com os originais:

10 palavras de outras culturas que não possuem tradução

 

1. Alemão: Waldeinsamkeit

10-palavras-de-outras-culturas-que-não-possuem-tradução

Não alimento qualquer expectativa de pronunciar isso corretamente, mas a tradução seria o sentimento de solidão em meio à floresta, estar só junto à natureza e conectado com o ambiente.

2. Italiano: Culaccino

palavras_canhotices2A marca deixada na mesa por um copo gelado (aparentemente, os italianos não conhecem descanso de copo).

3. Inuit: Iktsuarpok

palavras-canhotices3Esclarecimento: Inuit é a língua dos esquimós. A palavra quer dizer o sentimento de antecipação que nos leva a olhar para fora o tempo todo, para verificar se alguém está chegando.

Curioso pensar nesse significado quando nos lembramos que esse povo vive em uma das regiões mais remotas do mundo, e provavelmente não encontra tanta gente por aí como nós. A espera por outra pessoa deve provocar um sentimento bem pior do que mera ansiedade.

4. Japonês: Komorebi

beautiful-untranslatable-words-4
Essa é a expressão que os japoneses usam para se referir ao momento em que a luz do sol atravessa as árvores, criando raios de luz por entre as folhas. Poético, não?

5. Russo: Pochemuchka

palavras-canhotices5Os russos chamam de pochemuchkas as pessoas que fazem muitas perguntas. E provavelmente o tempo todo. Aposto que algum desses trabalha com vocês.

6. Indonésio: Jayus

palavras-canhotices6Jayus quer dizer uma piada tão ruim, mas tão ruim, que acaba fazendo as pessoas rirem. Um segredo: não raras vezes eu faço dessas.

7. Havaiano: Pana Po’o

palavras-canhotices7Os havaianos usam essa palavra para se referir ao ato super racional de coçar a cabeça para tentar lembrar de um item perdido (tipo as chaves, como na ilustração).

8. Francês: Dépaysement

palavras-canhotices8

 

A famosa Canção do Exílio, de Gonçalves Dias, fala sobre o sentimento de estar longe da terra natal. E é exatamente esse o significado da palavra Dépaysement (arrisco um neologismo: depaisamento)

9. Urdu: Goya

palavras-canhotices9Urdu é o idioma do Paquistão e um dos 24 idiomas nacionais da Índia. Essa palavrinha traduz o momento em que estamos tão entretidos com uma leitura, que por alguns instantes mergulhamos no universo narrado e suspendemos a descrença que nos faz saber que tudo aquilo não é real. Posso me identificar perfeitamente com esse sentimento, o que fez dessa a minha palavra favorita da lista <3

10. Sueco: Mangata

palavras-canhotices10

 

Mangata é a trilha que o reflexo da lua produz na água, que se parece muito com uma estrada.

Continue Reading

Pôsteres entregam o enredo de filmes famosos

Quem não tem um pouquinho de curiosidade em desvendar o que o futuro nos reserva? Essa vontade natural fomenta toda uma indústria de Walter Mercados da vida, chegando até o entretenimento – os famigerados spoilers, que embora provoquem a ira de uma parcela da internet, são o alívio do transtorno de ansiedade de outros (tipo eu). Dentro disso, já esbarrei em alguns projetos curiosos, em sua maioria blogs que contam o final dos filmes. Como termina o filme. Filmes contados e Estraga Filmes são alguns dos exemplos que eu encontrei encabeçando a busca do Google.

Acontece que, além dos blogs, outros projetos também estão pegando carona na onda dos spoilers. É o caso de Viktor Hertz, um designer gráfico da Suécia, que criou pôsteres que entregam o final de filmes famosos. Em apenas duas cenas e usando pictogramas (aqueles bonequinhos de palito), o criativo resume o enredo de alguns filmes clássicos, como Forrest Gump, Star Wars, Pulp Fiction, Clube da Luta, etc. Confiram:

Twoframesframed03-canhotices5

Twoframesframed01-canhotices5

Twoframesframed03-canhotices4 pôsteres-entregam-o-enredo-de-filmes-famosos-canhotices2 pôsteres-entregam-o-enredo-de-filmes-famosos-canhotices

A minha dica para quem compartilha do vício de saber o final dos filmes: normalmente eu procuro na Wikipédia gringa, já que lá eles revelam o enredo detalhadamente. Mas eu não faço isso sempre, ok? É só no caso de filmes de terror que eu não tenho coragem de assistir ahhaha

Via Design You Trust

Continue Reading

As ilustrações do vietnamita Bao Tin

Inspiração do dia: um set lindo de ilustrações chamadas “Momentos da Vida”, pelo artista Bao Tin, do Vietnã. Comparando com outros posts, vocês já devem ter percebido que eu gosto de ilustrações com traço infantil, né? Adoro esse estilo aquarela com traços delicados. Confiram as fotos aí embaixo:
bao-tin-canhotices2 bao-tin-canhotices3 bao-tin-canhotices4 bao-tin-canhotices5 bao-tin-canhotices6

Um detalhe interessante é que todas as pessoinhas tem cara de vietnamitas – aqueles olhos puxados bem característicos da região. Quem curtiu, pode também acessar o Behance do artista para ficar por dentro do trabalho dele (o link tá funcionando quando quer, mas fui atrás e é pra ser esse mesmo).

Via DesignYouTrust

Continue Reading

Ooloom, a máscara que protege o seu sono

Faz algum tempo que percebi que tenho fama de dorminhoca entre os meus amigos. Sinceramente, eu não faço a menor ideia de onde um boato maldoso como esse pode ter surgido (ahã), mas de uma coisa tenho certeza: está cada vez mais difícil dormir com a rotina que levamos. Luz do sol, das ruas, dos vizinhos e até mesmo do smartphone são alguns dos exemplos que atrapalham a qualidade das nossas horas de descanso.

Pensando nisso, os designers Mihkel Virkus, Karmen Heinmaa, Johan Kallas e Jan Plaan se uniram na criação do Ooloom – uma cobertinha para o rosto. Cobertinha para o rosto é o nome gourmetizado que eles deram para máscaras de dormir, mas ok. O objetivo é o mesmo: ajudar quem precisa a ter bons sonhos, ou pelo menos, uma boa noite de sono.

ooloom-canhotices4

São dez opções de máscaras diferentes, com animais que incorporam “personalidades do sono”, como o dorminhoco, corujinha, ogro, etc. Dá para escolher entre a girafa, a coruja, o dragão de komodo, raposa, morcego, macaco, guaxinim, gatinho, urso polar e lobo.

ooloom-canhotices2  ooloom-canhotices1

 

Na realidade, é um produto bem simples mas com um conceito bem forte trabalhado em todos os pontos de contato. Poderia ser apenas uma lojinha do Etsy, mas os caras criaram  toda uma história sobre os Oolooms – que na Estônia são tipo corujas da noite, que protegem o sono.  As ilustrações e as embalagens são bem pensadas e seguem a estética da floresta. Até os dogs podem usar o Ooloom:

ooloom-canhotices7

O textinho do final é super fofo: “alguns efeitos colaterais são reconhecidos com o uso prolongado de Oolom. Entre eles, sono, escuridão e uma sensação de segurança indescritívil. Não diga que não te avisamos.”

Via Bored Panda

 

Continue Reading