Espaço de Coworking focado na moda encoraja a sustentabilidade

No que diz respeito à moda, mais e mais consumidores estão dando importância à sustentabilidade dos produtos e o impacto da sua respectiva produção. Enquanto a atenção continua a mudar para a forma como as roupas são feitas – seja do processo até as condições de trabalho – as pessoas estão explorando novas possibilidades a fim de criar um fluxo de trabalho mais saudável e conectado com o ambiente.

Uma dessas alternativas é o  Templo.  Trata-se de um espaço de coworking que decidiu se especializar na indústria da moda, criando um armazém focado nos bastidores de criação e produção.

tavaresduayer_layout_02.jpg

 

tavaresduayer_layout Sustainably Manufactured Clothing coworking

A Malha fica dentro do Templo, e absorve a ideia do trabalho justo que combina com o espírito de criatividade conjunta do coworking. O espaço foi feito para criar e preservar um ecossistema fashion, que conecta membros dos mais diversos backgrounds. Também encoraja o trabalho de artesãos independentes e locais, pela troca, espaço e apoio.

“Para isso, providenciamos os meios de produção e encorajamos a troca e criação do conhecimento. Somos ao mesmo tempo um espaço de coworking, co-costura, uma comunidade, uma escola e um laboratório experimental.”

tavaresduayer_layout_03.jpg

Os interessados podem se cadastrar para diversos níveis de participação, seja de uma mesa temporária ou fixa. Outros benefícios incluem armazenamento e acesso ao Fashion Lab, junto com o espaço de costura conjunta. O Knitting Club também permite que os membros façam parte de uma rede estendida, que provê eventos especiais e promoções.

Colocando o foco na produção de roupas locais e responsáveis, o espaço pode conseguir muitas oportunidade de colaboração, assim como se transformar em uma incubadora de novas práticas. E quer saber da parte mais legal? Tudo isso fica aqui no Brasil, no Rio de Janeiro 🙂

Via PSFK

You may also like

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *