Nova Iorque cadastra árvores e calcula seus benefícios econômicos em mapa interativo

Os espaços públicos, praças e parques de Nova Iorque são administrados pelo Departamento de Parques e Recreação – também conhecido como NYC Parks. Nos anos recentes, a secretaria foi responsável por criar novos programas para auxiliar crianças,  jovens e adultos a tomarem consciência da importância do cuidado com a paisagem urbana.

Um desses programas é a TreesCount!, o qual reuniu dois mil e trezentos voluntários no ano de 2015 para aprender mais sobre as árvores do ambiente, seu estado, necessidades e medidas, e como elas são responsáveis por beneficiar a comunidade ao redor, entre outros pontos.  Por vários meses, o grupo atravessou as ruas de cinco bairros na companhia de monitores, responsáveis por treinar a equipe para reconhecer as árvores estudadas e suas respectivas características.A informação agregada ao longo dessas caminhadas foi reunida e compilada em um registro público do arvoredo urbano, que está disponível no New York City Tree Map. Esse mapa permite avaliar as estatísticas de cada uma das 685,781 árvores registradas, além de oferecer um calendário de atividades relativas à preservação das àrvores e pesquisas interessantes, como a busca por árvores mais comuns na sua região.

árvores-canhotices
via NYC Parks

Com relação aos dados disponíveis para cada árvore, nenhum detalhe foi deixado de fora, uma vez que cada uma recebeu um número de identificação único, assim como uma cor para diferenciar a espécie. Além disso, o mapa disponibiliza a localização exata e a imagem correspondente no Google Street View, junto com a possibilidade de reportar quaisquer problemas. A última parte é ainda mais legal: um resumo dos benefícios ecológicos de cada árvore traduzidos em valor econômico (para quem só entende a língua do cifrão).

Ao escolher uma árvore no mapa, o usuário pode ver a quantidade de água da chuva que ela retém por ano e a soma em dinheiro que cada espécie consegue poupar ao longo do ano. A quantidade de eletricidade conservada também é estimada, com um cálculo em kilowatts por hora, assim como a redução da poluição do ar.

Todos esses indicadores são formulados de acordo com estimativas da US. Forest Service, que formula o total de benefícios ecológicos que uma árvore arrecada em dólares. No exemplo aí embaixo, a árvore da imagem é responsável por uma quantia de aproximadamente quinhentos dólares ao ano em benefícios para a comunidade.

árvores-canhotices

O mais interessante dessa iniciativa é que ela não é apenas uma legalzice – é perfeitamente aplicável em qualquer lugar, além de ser um belo exemplo de como o trabalho de mineração de dados/analítico pode auxiliar as causas “de humanas”, como o ambientalismo. E para falar a língua dos negócios, os caras conseguiram calcular até o retorno sobre investimento das árvores! Resultado fantástico, sem dúvidas.

Quem quiser brincar mais no mapa, pode acessar diretamente aqui.

 Via ArchDaily

You may also like

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *