Startup usa a moda para combater o estigma que envolve os transtornos mentais

Dois jovens canadenses estão à frente da criação de uma linha de roupas que trata de um esqueleto no armário da sociedade: a saúde mental. Com estampas específicas sobre o tema, a startup Wear Your Label pretende fomentar a discussão, empoderando os pacientes a fim de acabar de vez com o estigma que ainda acompanha a questão.

No site, a dupla explica sua motivação: “1 em cada 5 pessoas luta contra algum tipo de transtorno psiquiátrico. Entretanto, não vemos ninguém falar sobre isso. Inspirados em nossa própria experiência com doenças mentais, e frustrados com o tabu ao redor do assunto, fundamos a Wear Your Label em busca da mudança. Nossas peças são desenhadas para iniciar conversas a respeito da saúde mental, e pôr um fim ao estigma (com muito estilo).”

A realidade é que muitas pessoas que sofrem de transtornos mentais mantêm a doença em segredo, devido principalmente ao medo do julgamento alheio. De acordo com um estudo canadense realizado em 2007, apenas 25% das pessoas afetadas por distúrbios psiquiátricos acreditam que serão tratadas com carinho e simpatia pelos outros (chocante, né?). As doenças mais comuns costumam levar os indivíduos a baixa auto-estima e comportamento antissocial, e o preconceito acaba por criar um ciclo perigoso, especialmente para os jovens.

As roupas da Wear Your Label incluem camisetas com frases como “Self-care isn’t selfish (Cuidar de si mesmo não é egoísmo) e “Sad but Rad” (Triste, mas legal). Outro item interessante são as leggings com “Your Story Isn’t Over” (Sua história não acabou) escrito na coxa, uma área que, por ser mais escondida, costuma ser alvo de auto-mutilação.

wear_your_label_transtornos_mentais

 

Mas não são apenas as estampas das roupas que estão comprometidas com a causa. Dez por cento dos lucros da empresa são destinados a iniciativas na área, e eles possuem uma campanha de conscientização e apoio mútuo aos portadores de transtornos. A loja online vende pulseirinhas coloridas, sendo que cada cor simboliza um distúrbio: laranja para déficit de atenção, verde para ansiedade, roxo para transtornos alimentares, etc. O objetivo é unir todos em uma demonstração pública de suporte àqueles que lutam contra esses problemas.

wear_your_label_transtornos_mentais2

 

Mais uma iniciativa com propósito, o que prova que uma empresa não precisa necessariamente ser um “instrumento do capitalismo cuja finalidade exclusiva é o lucro”. Para os idealistas a.k.a Pollyanas, como eu, dá muito orgulho ver que outras pessoas estão construindo seus negócios pensando em ajudar ao próximo 🙂

Via PSFK

 

You may also like

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *