Café permite que cães abandonados passem a noite dentro do local

Na Grécia, muita gente abandona os seus pets porque não tem dinheiro para mantê-los (Não vou nem falar sobre como essa galera deveria se planejar financeiramente antes de adotar um animalzinho, mas enfim. Que pese em favor deles a crise que o país enfrenta). Felizmente, alguns lugares como o Hott Spott, um café na cidade de Mytilene, abre suas portas para os cães abandonados. Desde junho, o local permite que os cachorrinhos entrem para dormir todas as noites.

“Cada noite em que o bar fecha, os cachorros entram e dormem aqui. Não temos nenhum problema. A partir de julho, todas as noites há um cachorro no sofá”, afirma um recepcionista do estabelecimento. Morram com a fofurice desse sofá aí embaixo:

caes-abandonados-canhotices2


caes-abandonados-canhotices1

A ilha de Lesbos, onde fica Mytilene, também é o centro da crise de refugiados. E olha só o que legal: “Os habitantes da cidade aumentaram sua solidariedade para com o ambiente e questões humanitárias. A nova geração é mais sensível e mais bem informada”, segundo Eustratios Papanis, cuja foto original do café viralizou no final do ano passado.

Eu iria adorar saber que o café que eu frequento tem uma postura tão bacana e solidária para com a causa animal. Isso sem falar que, por mais que a presença dos cachorros seja liberada apenas depois do expediente, encontrar um peludo no local seria motivo de festa para muitas pessoas!

Via Bored Panda

Continue Reading

Cãezinhos auxiliam testemunhas em choque a depor no projeto Courthouse Dogs

As americanas Ellen O’Neill Stephens e Celeste Welsen estão trabalhando duro para fazer das salas de audiência um lugar menos apavorante para as vítimas/testemunhas que precisam prestar depoimentos. As meninas criaram um programa batizado de Courthouse Dogs (em tradução livre, algo como cães da sala de audiência) – que permite que os cãezinhos estejam presentes para acalmar e assistir às testemunhas durante situações de estresse. “Quando uma pessoa está revivendo um evento traumático, ela experimenta reações psicólogicas semelhantes ao que ocorreu quando a situação aconteceu”, afirma Ellen Stephens. Esse sistema acaba se tornando uma tortura, e muitas pessoas saem da corte literalmente destruídas. As duas pretendem expandir o projeto, levando os cachorros para audiências com a promotoria e até centros de apoio à criança, que auxiliam os pequenos na tarefa de se colocar diante de um juiz.

Dá uma olhada nessas cenas que são puro amor:

caozinho-suprema-corte-canhotices2  caozinho-suprema-corte-canhotices3  caozinho-suprema-corte-canhotices4  caozinho-suprema-corte-canhotices5  caozinho-suprema-corte-canhotices6

Atualmente, a associação Courthouse Dogs emprega 87 cãezinhos que trabalham em 28 estados. Os animais passam por um treinamento de vários anos, e são criados para permanecer estáveis em situações caóticas. De forma geral, tanto Stephens quanto Walsen esperam que os réus e testemunhas se sintam mais tranquilos para relatar suas histórias.

Um exemplo fantástico de como os cães tem afeto e carinho para oferecer aos humanos. Acredito que a iniciativa é especialmente eficaz para lidar com crianças e portadores de deficiências, como Down e Asperger. Lembram daquele vídeo que o cãozinho acalma  a menina com uma síndrome (acho que é Asperger) e impede que ela tenha um surto? Já nos dá uma boa ideia de como os animais podem auxiliar a tranquilizar pessoas sob efeitos de estresse.

Courthouse Dogs: Website | Facebook | 

Via My Modern Metropolis

Continue Reading

A fazendinha de brinquedo que esconde uma verdade inconveniente

No exterior, é apenas mais uma fazendinha de brinquedo – um celeiro com vários animais fofinhos… Mas abra as portas e você vai encontrar prateleiras de galinhas, porcos e vacas completamente abarrotados em um espaço minúsculo. É uma visão bem distante dos desenhos animados, mas essa é uma fazenda de verdade – e de fato, muito mais próxima da realidade que os animais enfrentam. O exterior remete à inocência das brincadeiras da infância, mas o tom lúdico para por aí.

Sem medo de encarar a polêmica,a ideia é da Compassion in World Farming, a maior ONG mundial dedicada ao bem-estar animal nas fazendas. O objetivo? Chamar atenção para as condições de vida de mais de 50 bilhões de animais no mundo. O projeto levou dois meses para ser finalizado, e cada animal foi pintado cuidadosamente à mão.fazendinha-canhotices2

 

fazendinha-canhotices5
fazendinha-canhotices3

fazendinha-canhotices

A fazendinha tem um site totalmente interativo, o Your Farm Toy, que permite ao usuário conhecer  todas as etapas que fazem parte da rotina do agronegócio. Algumas são bem tensas, como a que está aí embaixo.

fazendinha-canhotices6
Drogue seus animais! Não importa se eles vão ficar estressados ou doentes na sua fazenda. Você não precisa se preocupar em fornecer mais espaço, contanto que os cubra de antibióticos.

É a verdade nua e crua sobre a nossa comida. Mas a fazendinha também oferece uma alternativa melhor. Se você assim o desejar, pode visitar o site da sua fazenda e deixar os animaizinhos passeando livres, como a natureza planejou.

fazendinha-canhotices7

O que eu curti é que o projeto tem um viés bem realista: não vamos acabar com o agronegócio, mas vamos garantir que os animais tenham condições decentes de criação, e de quebra que a nossa comida venha menos inflada de hormônios e substâncias nocivas.

Via Design You Trust

 

Continue Reading