Dossiê Azul Tiffany

Para fechar o mês de março, resolvi trazer o dossiê de uma cor que acabou ganhando muito espaço no meu último mês: o Azul Tiffany. Serei madrinha de casamento de uma amiga agora no início de abril e, parte da nossa função foi organizar o chá. A cor que ela escolheu para a cerimônia e os vestidos foi esse tom de azul, o que nos seguimos prontamente para o chá.

Ao participar da escolha dos itens da decoração e da montagem do evento, acabei vendo sugestões muito legais – não apenas para casamentos e aniversários, mas até para decorações de ambientes. Pensando nisso, separei aqui algumas ideias bem criativas que encontrei no Pinterest. Mas, primeiro, para quem está curioso…
 

A paleta de cores Azul Tiffany

 

 

Essa cor é inspirada nas caixinhas de presente da famosa joalheria, que inclusive apareceu no filme clássico Bonequinha de Luxo, com a diva Audrey Hepburn. Muitas mulheres por aí sonham em ganhar de presente a famosa blue box.

 

Azul Tiffany em eventos

A cor combina muito bem com festas ao ar livre – dá só uma olhada nas fitinhas e também nessas pompons colmeias aí embaixo.  Aliás, se como eu, vocês não fazem a menor ideia de como fazer esses pompons de papel de seda, fica a dica do tutorial que eu encontrei e explica passo a passo como fazer você mesmo.

 

E também na decoração de ambientes

Azul Tiffany na casa de praia, no quarto e também na mesa de trabalho. Sabe o que eu achei mais legal aqui? É que, apesar de ser uma cor pastel, dá para combinar direitinho com preto e montar um ambiente moderno, sem ficar parecendo menininha demais.

Moda e Acessórios Tiffany

Por último, alguns acessórios nessa cor que fica linda com tudo!

 

 

E vocês? Já experimentaram montar alguma decoração ou mesmo looks com esse tom de azul? Compartilhem com a gente, vou adorar ver tudo!

Imagens Via Pinterest

Continue Reading

Fotógrafa de 16 anos faz autorretratos utilizando frutas como inspiração

Com apenas dois anos e meio de experiência, a fotógrafa espanhola Cristina Otero (que, pasmem, tem só 16 anos) está fazendo muito sucesso com uma série de autorretratos em close-up. Utilizando frutas como inspiração para o projeto chamado Tutti Frutti, Otero vai contra as noções convencionais de beleza na fotografia feminina, interagindo com diferentes frutas em uma performance super criativa e voltada para a própria câmera.

Impossível não reparar nos olhos grandões e brilhantes da artista, que contrastam com as cores vivas e ousadas da maquiagem e atraem o olhar imediatamente. Essas mesmas cores conversam com cada uma das frutas em uma composição pra lá de interessante. Dá só uma olhada e tente encontrar a sua fruta favorita (a minha é romã, e não foi à toa que eu escolhi como foto principal do post hehehe).

1082090470

frutas-canhotices4

1082090617

 

frutas-canhotices3

frutas-canhotices2

frutas-canhotices1

Já vi ensaios temáticos parecidos  – inclusive conheço uma página que faz ensaios sensuais tomando frutas como tema –  mas nada chega perto  desse trabalho. A maneira como a maquiagem e a composição de cores é toda pensada na fruta faz todo o sentido, ainda mais quando se trata de retratos em close-up.

Durante uma entrevista, a jovem fotógrafa afirmou amar retratos do rosto humano, uma vez que “eles são um dicionário de emoções e ideias, tudo o que você busca em uma pessoa está lá, escrito na sua face”. Utilizando seu próprio rosto como tela, Otero cria fotos lindas que definitivamente encantam. Os autorretratos são cheios de personalidade, como era o intuito da artista desde o início.

Via My Modern Metropolis

Continue Reading

Loja de arte japonesa preenche suas paredes com todos os pigmentos possíveis

Com um design moderno, brilhante e milhares de matizes de cores alinhados nas paredes, o novo “laboratório de suprimentos artísticos” conhecido como Pigment é o sonho dos amantes da arte realizado. Propriedade da empresa japonesa Warehouse Terrada e construído com o projeto arquitetônico da Kengo Kuma, essa loja está chamando a atenção.

Localizada em Tóquio (tinha que ser), ela é um hub para artistas comprarem suprimentos e colaborarem entre si, assim como  é um ponto de encontro para os fabricantes de materiais oferecerem produtos de alta qualidade que tem passado de geração em geração para seus clientes.

 

pigmentstore4

pigmentstore5

pigmentstore6

 

 

A Pigment é uma loja totalmente conceitual, que se esforça de verdade para ir além do esperado. Ali são estocadas 4.200 cores, além de uma oferta variada de workshops artísticos e de uma galeria de arte in-house que projeta jovens artistas. O laboratório cria uma experiência rica tanto para amadores como para profissionais. Funcionários que são verdadeiros especialistas nas ferramentas de pintura estão disponíveis para passar o seu conhecimento e conselhos com relação às características e instruções de uso dos produtos – seguindo a linha das livrarias que contratam experts em literatura para ajudar os clientes.

O edifício foi construído utilizando superfícies curvas orgânicas que lembram cortinas de bambu, com um conceito de espaço aberto que “enriquece a sua imaginação só pela visita”. Com um ambiente acolhedor, e uma enorme variedade em estoque para abastecer quaisquer atividades criativas, a Pigment é uma loja de arte que pretende ser muito mais do que apenas isso.

 

loja-de-arte-canhotices4

loja-de-arte-canhotices3

loja-de-arte-canhotices2

loja-de-arte-canhotices

 

Via My Modern Metropolis

Continue Reading

Designers japoneses criam tintas sem nome para revolucionar a forma como as crianças aprendem as cores

A dupla de designers japoneses Yusuke Imai e Ayami Moteki – conhecidos como Ima Moteki – tem um projeto interessante para revolucionar a forma com que as crianças aprendem as sete cores do arco-íris. Batizada de Nameless Paints (tintas sem nome) a ideia consiste em representar cores em embalagens sem rótulos. Ao invés dos tradicionais nomes dos matizes, a dupla escolheu utilizar círculos para representar as cores primárias que foram misturadas para dar origem à tinta em mãos. O nome fica por conta da audiência.

tintas_sem_nome_canhotices4

tintas_sem_nome_canhotices3

tintas_sem_nome_canhotices2

 

“Ao não designar um nome para as cores, nosso objetivo é expandir a definição do que é uma cor, e os vários tons que podem ser criados a partir de uma mistura”, explicam os designers. O kit final é composto de 10 tubos, e o interessante é que os círculos acompanham a proporção da tinta utilizada na composição. Por exemplo, se ao combinar azul e amarelo, a tinta azul foi a mais utilizada, o círculo correspondente será maior. É uma mudança bem grande na forma tradicional de aprendizado nas aulas de educação artística, né?

As Tintas Sem Nome foram originalmente premiadas no Kokuyo Design Awards de 2012, um dos prêmios mais conhecidos na área do design japonês. Desde então, a papelaria Campus esteve trabalhando com a dupla criativa para refirnar o conceito e apresentá-lo ao mercado. O resultado, sem dúvida, vai auxiliar as crianças a aprender mais facilmente a teoria de cores e, por consequência, estimular a criatividade. As tintas estão à venda no Japão por 1800 yen – por volta de 15 dólares.

Via My Modern Met

Continue Reading

Movies in Color: desvendando a paleta de cores de cenas do cinema

Não sei vocês, mas eu dificilmente presto atenção em uma imagem decodificando o esquema de cores ali envolvido. Simplesmente gosto ou não. E aí vem o problema; na hora de montar uma paleta de cores legal para algum projeto, fico perdidinha na vida.

A boa notícia é que, faz algum tempo, conheci o Design Seeds, um projeto muito legal que envolve design e fotografia. A proposta é abrir a paleta utilizada nas imagens mais inspiradoras da natureza. Gostei tanto que utilizei para montar o layout do blog (segredinho!)

design-seeds-canhoticesEntão, essa semana, recebi a dica de um projeto parecido, dessa vez com foco no cinema. A proposta do tumblr Movies in Color é apresentar cenas de filmes e suas respectivas paletas de cores, promovendo a inspiração e o aprendizado. O site é atualizado diariamente, com curadoria do designer gráfico Roxy Radulescu, e um dos seus principais objetivos – além do estudo da cor no cinema – é fornecer inspiração aos artistas para pinturas, imagens, design gráfico e outras formas de expressão artística.

O legal é que o site aceita sugestões, embora demore um pouquinho para postá-las, devido ao alto volume de emails recebidos. Para quem ama cinema e tem curiosidade de saber mais sobre composição, é uma ótima pedida. Já aqueles que buscam uma boa ferramenta de pesquisa, podem se divertir com a busca por diretor e filme.

Vicky Cristina Barcelona

movies-in-color-canhotices1

 Moulin Rouge

movies-in-color-canhotices2

 

Amélie Poulain

movies-in-color-canhotices3Gladiador

movies-in-color-canhotices4

Demais, né? Comentem aí embaixo quais as cenas/filmes que vocês adorariam ver! Eu senti falta de Atonement – qualquer imagem envolvendo a fotografia deslumbrante do filme ou o vestido verde da Keira Knightley já me faria bem feliz 🙂

Continue Reading