Artista desenha pássaros dentro de caixinhas de remédio

A artista Sara Landeta, que mora em Madri,  já realizou trabalhos nos quais utiliza a parte de dentro das caixinhas de remédio como tela para desenhar pássaros. Eu ainda não conhecia o projeto, então me apaixonei pela série mais recente dela – 120 pinturas com o título “Medicine as Metaphor“. De quebra, encontrei um site muito legal para compartilhar com os fãs de arte: O Jealous Curator – que basicamente seleciona aqueles projetos que nos fazem pensar “como eu queria ter criado isso”. Os caras descreveram o trabalho da Sara da seguinte forma:

O projeto inclui uma coleção de 120 caixas de remédio que foram consumidas por diferentes pacientes no tratamento de suas doenças. Todas as caixas são ilustradas por dentro, com uma classificação geral de pássaros de diferentes famílias. O interessante sobre a escolha das aves é que, apesar de serem os únicos animais que se encaixam na definição de liberdade – em função das asas –  também são um dos principais mantidos em cativeiro. Essa justaposição do natural e do sintético interpreta o paciente como um animal no cativeiro – e o pássaro como uma metáfora.

Além da metáfora interessante, o resultado final é super bonito, como vocês podem ver nas fotos.

 

landeta-2

landeta-3

landeta-4

landeta-5

Quem se interessar, pode conhecer mais do trabalho da Landeta aqui

Via Colossal

Continue Reading

Hyemi Jeong e as ilustrações com objetos do cotidiano

A engenheira coreana Jeong Hyemi, que atualmente vive no Canadá, prova que nem todo profissional de exatas só pensa em números. Durante o lazer, a jovem exerce seu lado artístico fazendo pequenas ilustrações projetadas com objetos de uso diário. Acho – e me corrijam se eu estiver errada – que ela usa apenas nanquim nas composições. Os traços são tão delicados que chegam a lembrar livros de histórias infantis.

Witty_Illustrations_Created_Around_Everyday_Household_Objects_by_Hyemi_Jeong_2014_10

Witty_Illustrations_Created_Around_Everyday_Household_Objects_by_Hyemi_Jeong_2014_02

Witty_Illustrations_Created_Around_Everyday_Household_Objects_by_Hyemi_Jeong_2014_051

Witty_Illustrations_Created_Around_Everyday_Household_Objects_by_Hyemi_Jeong_2014_091

Como eu sou curiosa, fui atrás de referências para conhecer mais sobre o trabalho da coreana. Acabei encontrando a conta dela no Instagram e também no Behance. Fica a dica! (Também pensei em um livrinho ao estilo do Eu me Chamo Antônio. Imagina só, que amor!).

A ideia veio do 22 Words.

Continue Reading

Amor nosso de cada dia

Então, eu ainda não tenho uma ideia 100% precisa da ~linha editorial~ desse blog. Só sei que vou compartilhar as coisas que eu curto e me cativam de alguma forma. E, dando uma olhada no Behance, a primeira delas foi o trabalho do ilustrador Simone Massoni (que no início eu achei que era mulher, graças a esse nome).

O projeto que me chamou atenção foi o “The Love Issue”  para a New Yorker Magazine. São ilustrações no estilo spot – elas não fazem parte de uma única matéria, foram espalhadas aleatoriamente pela revista. E tem aquele tema que faz vibrar nossos coraçõezinhos: o amor. Algumas retratam o amor não correspondido, outras aquele momento em que o casal se vê pela primeira vez e tãdããn e uma em especial foi feita para mim: a bobona que ouve música e chega a sonhar com coraçõezinhos quando está apaixonada. Olha só:

loveillustrations04

Fofo, né? Um detalhe que eu esqueci de mencionar: todas são em preto, branco e alguns detalhes em vermelho. Eu já tenho uma queda por estilo minimalista e, somando isso a um traço delicado, gamei na hora. Além disso, o trabalho dele me lembrou as imagens da Clarissa Motta Nunes, outra ilustradora que tem um traço todo docinho. Mais algumas imagens:

10e88e24c9660f08c2de19279d6ba7d8 06b1a0cca7c18d43a03432a4ac9d2abf8248f0eee90104e3316eb5a6f23f7782 fdfbeddc799ab308a4f3d49a274cd27c

Quem nunca  se sentiu como o clone de Dick Vigarista ali em cima, fugindo desesperado do amor depois de tomar um pé na bunda daqueles? Eu já, com certeza. E me sinto mais ou menos assim todo domingo na hora do Fantástico, não importa quantos corações caiam em cima de mim.

Quem quiser conferir mais imagens, pode acessar direto no Behance do Simone (e dar um like no projeto, caso tenha uma conta por lá).

 

Continue Reading